domingo, 4 de novembro de 2012

Caminho certo


                          
Quando se encontra o caminho certo, percebe-se os tantos passos errados dados! A felicidade é nossa vizinha... Conseguimos alcançar os ideais e sentimo-nos satisfeitos com a vida... Vemos as portas se abrirem, as luzes na escuridão se acenderem, as flores desabrocharem e tudo o que parecia apenas tristeza, encontramos nelas, um motivo para sorrir... Percebemos que não vale a pena desistir de tudo, que não adianta querer morrer, que não e possível sumir, ficar invisível... Que não se pode fugir da realidade, dos problemas, uma hora eles irão bater a sua porta e/ou pular a janela. É preciso ser forte, mesmo quando não se tem nem mesmo ânimo de levantar-se...

Encontrar o caminho certo não é fácil, as dúvidas, as desilusões, a desmotivação, o cansaço, a fadiga da luta sem fim... Tudo parece ser mais resistentes que a força de lutar e de vencer, mas no fim de tudo, não quando dizemos da boca para fora que não dá mais, mas quando dentro de nós, bem no lá no fundo da alma clama: - Cheguei ao fim, não dá mais, não suporto mais... Aí sim, surge uma força inexplicável de onde não imaginamos ter e nos revestimos de uma força celestial que nos faz passar por tudo e alcançar nossas graças...

O caminho certo é a fé em Deus e em todas as coisas boas que desejamos com o coração. O caminho é a paz que encontramos dentro de nós e a refletimos em nossas atitudes. O caminho é a alegria, felicidade contagiante interior que nos envolve e que nos faz bem, mas que bem...O caminho certo é a realização, a sensação de conquistar o que se deseja, de realizar o que se sonha... O caminho certo é encontrar a felicidade...



Autora: Daiane Vieira.
Música de hoje: "Longo Caminho" - Paralamas do Sucesso.
Imagem: Google imagens.

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Madrugada

                                 
Essa noite eu olhei
Em teus negros olhos,
Mesmo incerto notei
Os desejos nossos...

No frio da noite,
No silêncio da lua,
No toque da brisa,
Calar da madrugada!

Ficamos a imaginar
As próximas ações,
E eu a provocar...
Sem deixar opções!
Não é nada demais...

Sentir-nos assim,
Só te quero mais,
Aqui comigo...


Autora: Daiane Vieira.
Imagens da internet.


domingo, 14 de outubro de 2012

Depois...

                            
E depois de tudo isso
Você olha pra mim
Com eu olhar terno
Com um sorriso belo.

Não espero bens,
Apenas o bem teu
Um abraço apertado
Com todo carinho seu.

Mesmo assim sabendo
Que sou humana e erro,
Me dá amor eterno
Ampliando nosso elo.


Autora: Daiane Vieira.
Música do dia: "Seus olhos" - Gonçalves Dias.
Imagens da internet.

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Te amo muito, meu papai!



Sinto-me muito especial
Em pode expressar...
Com carinho poder dizer:
-Obrigada por me amar!
Um almoço vou fazer,
Beijos e abraços te dar
Como é bom poder dizer:
-Sempre irei te amar!

Meu pai, melhor amigo,
Por ti posso chamar,
Cúmplice e companheiro
Contigo posso contar.
És sempre meu abrigo,
Nada tenho a reclamar,
Meigo, carinhoso, conselheiro
Estamos sempre a conversar!

Melhor presente de Deus,
Sempre está a me amar.
Meu herói, meu meste
Estás sempre a me ensinar.
E mesmo quando erro ,
Me ajudas a consertar...
Que Deus aqui te conserve
Sem ti nem saberei andar.

Te amo, te amo, te amo...
Te amo muito, meu papai!


Autora: Daiane Vieira.
Música do dia: "Pai" - Fábio Jr.
Imagem: Própria.

domingo, 30 de setembro de 2012

Não desisti...


                                                                     
A questão não é desistir ou não mas, lutar por quem luta por ti...
Não desisti, apenas estou ocupada demais cuidando de mim...
De que adianta lutar por alguém que não te quer e morrer aos poucos, enquanto a pessoa por quem sofres está vivendo, curtindo e rindo do teu sofrimento? O amor sempre existirá dentro de nós e sempre nos fará rir e chorar, mas cabe a nós permanecermos no sofrimento ou tentar sobreviver! Esperei demais por ti, hoje, vou juntar meus cacos e me refazer. Não importa quantas lágrimas ainda derrame por ti, quantas noites em claro, quantos dias sem graça... Um dia olharei para trás e sentirei orgulho pois, vivi, amei, acertei, errei, arrependi-me, magoei-me, perdoei, fiz alguém sorrir e também chorar, assim como sorri e chorei... E mesmo em minhas mentiras, fui verdadeira... Mesmo na infidelidade, fui fiel... Mesmo na dor sorri e no sorriso, chorei... Mas orgulho-me ainda mais, por ter te amado e ter me entregado por inteira, por ter me dedicado mais a ti que a mim, por ter cuidado muito bem de ti, por ter sido a mulher que sonhastes, mesmo quando o sonho terminou... Te amei e amarei, mas hoje, preciso me amar mais e cuidar mais de mim, pois de ti já cuidei, tão bem que não precisas mais de mim... Não desisti de teu amor, não deixei de te amar, estou apenas, amando-me mais... Mas um dia a porta se fecha e quem está dentro não sai e quem está não entra, cuidado para não ficar de fora, quando resolver entrar!

Não desisti! Estou apenas esperando uma ação, uma resposta, uma atitude sua... Não desisti, apenas não insisto mais... Apenas!


Autoria: Daiane Vieira.
Música de hoje: "Ainda te amo" - Calcinha Preta.
Imagem da internet.

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

"Jaz"

                              
Jaz a minha alma
Junto com tua partida
Levastes minha vida,
Deixastes uma ferida.

Jaz parte de mim
A que aqui ficou,
Parte que sem ti
Aos poucos findou!

Só não Jaz o amor
Ainda vivo em mim
Como árvore frutífera,
Crescendo sem fim...

Tudo em mim jaz
Sem ter teu calor,
Não existe vida em mim
Sem teu vívido amor...


Autora: Daiane Vieira.
Música do dia: "Não poderei viver sem ti" - Desejo de Menina.
Imagem da internet.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Erro...

                         
Onde que eu errei?
As vezes nem eu sei
Mas tudo é bate/volta
Consequência por vez!

De uma coisa sei
Meu maior erro
Foi te deixar ir
Quando te quis...

Alguns erros foram
Por pura inocência,
Outros sei que foram
Insanos e inconsciente!

De todos me arrependo
Mas sigo sabendo...
Que vou te perdendo,
Mesmo não querendo!



Autora: Daiane Vieira.
Música de hoje: "Onde eu errei" - Desejo de menina.
Imagens da internet.

sábado, 15 de setembro de 2012

Adeus, vovó Júlia!

                                    
Queria poder dizer "adeus, TE AMO" a minha vovó, que Deus a levou para pertinho Dele... Sei que é o melhor para ela, mais a dor é sem descrição em meu coração!!! Sempre lembrarei com muito carinho, amor e saudades, de todo o seu carinho, zelo, cuidado, paciência e dedicação que sempre teve a mim... Não queria te ver sofrer, sei o quanto lutou até hoje, mas também não me conformo de não poder lhe dizer que a amo e que você foi, é e será eternamente a minha vovó que mais amei, que mais quis conhecer... Tenho tantas perguntas para lhe fazer, tantas curiosidades do meu papai, do meu vovô. Sei que ele estava a esperando do outro lado, sei que estarão juntos na eternidade e velando por mim e por papai, mesmo assim, queria ter seu último abraço, seu último beijo, queria ouvir sua última história, sua última respostinha, queria ver seu último sorriso... Queria tanto contar-lhe coisas, pedir conselhos, dizer-lhe meus segredos, falar das coisas boas que tem me acontecido nos últimos meses...
Perdão por não ter ido vê-la, PERDÃO! Minha própria culpa me julga... Sei que entendes, mas não me perdoo por isto! Sei o quanto era importante para você ver papai, lamentável que, no dia em que ele viajaria para vê-la, Deus a levou! Deixo-a livre, com meu coração e alma, para seguir sua caminhada em direção a paz ... Orarei sempre, porque sei que estarás sempre ao nosso lado...
Deixastes um tesouro muito grande para mim... Obrigada por isto! É o meu maior tesouro, maior que minha própria vida... Cuidarei e o amarei eternamente, pois sei que depositas esta confiança em mim...
Com o coração partido, olhos em pranto e alma apertadinha, deixo aqui meu carinho, amor e orgulho de você, minha eterna vovó Júlia.

<3 Adeus, vovó Júlia! Te amarei eternamente em meu coração... <3


Autora: Daiane Vieira.
Música do dia: "Mesmo sem entender" - Thalles Roberto.
Imagens da internet.

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

"O que dizes"

                
Você não pode simplesmente dizer por aí que não sinto nada, que não tenho amor por ti, que não sofro por te-lo perdido e que a culpa de tudo isso é só minha! Você não está vivendo dentro em mim, para ver, saber e sentir a grande mantenha de sentimentos que tenho bem aqui dentro, por ti. Ninguém pode falar o que alguém sente ou não, porque só quem sabe o que sente é exatamente quem o sente, ninguém mais! Não sei o que sentes, sei apenas o que demonstras em tuas ações e palavras, mas nem sempre as ações e as palavras traduzem o que está no coração...
Sinto muita saudades te ti, você me faz uma falta muito grande... Sinto vontade de abraçá-lo e beija-lo, de dormir juntinho a ti, entrelaçados, sentindo o calor do teu corpo aquecendo o meu, respirando teu ar, sentindo como brisa, teu perfume, saudades e vontade de tocar teu corpo e sentir cada pedacinho dele, saudade dos teus beijos, da nossa troca de carinho e de fazer amor contigo...
Mesmo em meio a tanta vontade, saudade e desejo, não irei até você, nem o procurarei mais... Deixo em tuas mãos a decisão que pode ser nossa dor ou nossa felicidade! Não sei ate quando esperarei por sua ação, não sei até quando esperarei por você... Mas estarei sempre aqui, pronta para jogar tudo para o ar e correr em direção aos seus braços, ao seu aconchego, em direção a felicidade a ao amor...
Não importa-me o que digam, questionem e/ou critiquem, meus sentimentos por ti serão sempre os mesmo e não mudarão com o tempo, mas aumentará e crescerá a cada instante em meu coração. Porque amor é sempre eterno, o que passa e acaba com o tempo é paixão e, por ti, o que sinto mesmo, desde o primeiro dia em que ficamos juntos foi, é e será sempre, amor!


Autora: Daiane Vieira.
Música do dia: "Longe de você" - Mala 100 Alça.
Imagem da internet.

terça-feira, 11 de setembro de 2012

'Meus filhotes'


Meus filhotes mimados
Presentes inigualáveis,
Por mim tão amados
Tornando-nos inseparáveis.

Com muito amor ganhei
De pessoas admiráveis
Com o coração aceitei
Porque são adoráveis.

Trabalho não me dão,
E sei que não se vão
Na primeira tempestade
No vento cheio de ação.

Alegrias de minha vida
Companheiros eternos,
Com eles aqui fica fica
Muito mais cheio de vida.


(Dedicado aos meus filhotes: Bhilly e Dae. Que mesmo sendo animais, são meus amigos, companheiros e minhas alegrias de vida...)

Autora: Daiane Vieira.

domingo, 2 de setembro de 2012

"Primo"


                                                  
Meu primo muito querido
Que está em minha cidade,
Estou com o coração partido
Porque logo estará partindo!

Não imagina a alegria que é
Em poder bater aquele papo
Tomando uma bem gelada
Com a sensação de um tato...

Relembrei-me das loucuras
De prima e primo unidos,
De nossas coisas malucas
Dos bons tempos vividos!

Ficarei aqui esperando-o
Para dar nossos passeios,
Sempre de portas abertas
Por mais dias assim anseio!


(Homenagem ao meu primo Pablo Henrique, que está de passagem por João Pessoa-PB.)


Autora: Daiane Vieira.
Música de hoje: "Amigos e irmãos" - Paula Fernandes.
Imagem: da internet.

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Buraco Negro

                                 
As vezes, parece que, mesmo estando rodeada de pessoas e/ou estando em meio a uma multidão, estou sozinha, sinto-me sozinha! Como se um grande vazio tomasse conta de mim... Sinto-me também, de certa forma impotente, em meio a algumas circunstâncias, desafios da vida, os quais não sei qual decisão tomar... Se sei, as vezes não posso... Se posso, não sei se devo... Se devo, o medo me faz ficar quieta.
Há um mundo confuso, o qual,  fico a me questionar, buscando respostas e não às tenho... Respostas que se vão, junto com o que poderia a solução... Deixando apenas um buraco negro em meio a tudo!
As vezes acho que tudo poderia ter sido diferente, e sei, com toda a certeza de minha alma que poderia mesmo, mas que nem tudo dependeu apenas de mim... Mas também sei que fiz questão (sem fazer), de tomar algumas atitudes erradas e transformar o que poderia ser flores, em tão somente um jarro vazio, com esperanças de que algum dia, possa brotar uma rosa, que mesmo contendo espinhos, seja capaz de fazer com que seu perfume e beleza, suavize a vida e faça curar, sarar e trazer vida, onde tem se tornado apenas, um buraco negro...
As vezes, uma decisão errada nos faz ficar com feridas que não cicatrizarão jamais... E nos faz viver amarguras, sofrimento que, mesmo em meio a risos, sorrisos e risadas, continuarão aqui comigo, escondidos no tempo. Onde habita uma solidão aparentemente infinita... Um imenso buraco negro!


Autora: Daiane Vieira.
Música de hoje: "Buraco Negro" - Amado Batista.
Imagens: Da internet.

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Saudades

                                
Saudades de quando você ligava e eu podia ouvir sua voz...
Saudades de quando você m chamava de minha neguinha...
Saudades de quando você chegava e me abraçava...
Saudades de quando você me beijava e olhava meus olhos com com ternura...
Saudades de quando de quando, em dias frios, ficava deitada contigo envolvida em teus braços, em teu peito, em teu aconchego, em teu calor...
Saudades de quando, em meio a madrugada, você me acordava para fazer amor...
Saudades de quando tomávamos banho juntos, mesmo escondido (ou tentando ser)...
Saudades de tocar teu corpo, senti teu coração acelerar...
Saudades do gosto do teu beijo, de você em minha cama, do sussurro do teu gemido...
Saudades de meu homem, que hoje, só em minhas doces e melhores lembranças...
Saudades do seu tudo e do todo...
Saudades... Saudades... Saudades...

Tudo isso porque, ainda te amo!!!



Autora: Daiane Vieira.
Música de hoje: "Quero Sim" - Paula Fernandes.
Imagem: Da internet.

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Você¹


                              
Hoje, eu queria mesmo você...
Queria poder sentir teu cheiro, olhar em seus olhos, tocar teu corpo, beijar tua boca e sentir corpo a corpo tua respiração...
Não importa a distancia, o tempo, o silêncio... Ainda não me acostumei a dormir só, mas também não quero outro alguém, quero você!
Seu jeitinho encantador, mesmo quando provocador, me fazendo sorrir e me fazendo sentir-se a pessoa mais Feliz do mundo inteiro...
Hoje, meu único consolo é você, seu abraço, seu beijo e seu carinho!

Hoje, eu queria mesmo, apenas você!



Daiane Vieira.
Música de hoje: "Um beijo" - Luan Santana.

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

'Recado'


                            
Hoje estou muito feliz
E o que me faz assim
É o recado que diz:
Perto estás de mim.

Não sei se é muito
Ou se é tão pouco,
Confusão e certeza
Às vezes parece louco.

Sorrisos em dobro,
Olhos brilhantes,
Paixão pegando fogo
Amor de diamantes.

Meu coração saltitante
Espírito em abundancia calma
Sorrisos mais constantes
E abundancia de paz na alma.


Autora: Daiane Vieira.
Música de hoje: "Recado" - Cravo e Canela.

terça-feira, 7 de agosto de 2012

'Tenho medo'

                          
Tenho medo da minha própria sombra;
Do barulho dos meus próprios passos;
Do que entra em meus ouvidos;
Do que sai da minha boca;
Do que olho, vejo e observo;
Do acelerar do meu coração;
Do que sinto, do que amo e do que repudio...

Tenho medo dos meus próprios fantasmas;
Do inevitável, do invisível, do que não vejo;
Do que não ouço, do que se esconde;
De falar, pelo que posso ouvir;
De abraçar, beijar, cheirar...
Dos meus sonhos e do que me espera;
Do passado (mesmo não voltando mais);
E medo do futuro, do surpreendente...

Tenho medo de me confidenciar,
E do que me confidenciam;
De viver e até mesmo da vida;
Tenho muito medo de amar,
E/ou também de me apaixonar;
De ser amada (por não poder corresponder),
Pois sei o quanto amar só dói;
De desejar, de querer, de ter;
Tenho muito, muito medo de perder...
São tantos medos que me rodeiam,
Que chego a ter medo até mesmo,
De sentir medo...


Autora: Daiane Vieira.
Música do dia: "Tenho medo" - Raça Negra.

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Lá fora...

                                      
Lá fora há um mundo
O qual não o conheço,
Mas lá em profundo
Nos vira ao avesso.

Lá fora há tanta vida
A música toca contente
Árvores dançam ao vento.
Faz-me lembrar da gente!

Tudo acontece lá fora
A música, o riso e a dança,
Tudo parece diferente
Da tristeza que me alcança.

Aqui dentro ou lá fora,
De nada isso importa.
Não tendo-o ao meu lado
Nada mais me conforta.


Autora: Daiane Vieira.
Música do dia: "A vida lá fora" - Supercaras.

sábado, 4 de agosto de 2012

Quem?

                            
Quem nunca passou em desistir de um amor/paixão que lhe pareceu  impossível? Quem Nunca quis tirar do coração um amor que lhe faz sofrer? Quem nunca quis arrancar de si um sentimento não correspondido? Quem?

Quem nunca se sentiu idiota por ter enviado um torpedo e não receber resposta? Quem nunca ficou olhando o celular esperando-o tocar? Quem nunca chateou-se ao ligar e não ser atendido? Quem?

Quem nunca emocionou-se com uma música? Quem nunca se encantou por um olhar? Quem nunca dançou em pensamentos? Quem?

Quem nunca cantarolou desafinado sem motivos aparentes? Quem nunca sorriu sozinho sem perceber? Quem nunca embriagou-se em lembranças? Quem?

Quem nunca viveu no menos um dia intensamente? Quem nunca fez algo sem pensar? Quem nunca se arrependeu de algo? Quem?

Quem nunca desistiu de algo sem antes tentar? Quem nunca achou difícil algo fácil? Quem nunca disse: Adeus, querendo voltar? quem?

Quem nunca disse não, quando era sim e sim quando era não? Quem nunca disse não sei, mesmo sabendo? Quem nunca ficou calado, quando quis falar? Quem?

Quem nunca se decepcionou, sofreu, chorou? Quem nunca se apaixonou, amou, sentiu saudades? Quem nunca desejou, viveu em pensamentos, sonhou?

Quem? Quem? Quem?


Autora: Daiane Vieira.
Música do dia: "Índios" - Legião Urbana.

terça-feira, 31 de julho de 2012

Porque tantos não?

                          

Porque respondes assim, com um “NÃO” quando é “SIM”:

Não entendo o porque de tanto não. Não entendo porque queres deixar bem claro que não sentes nada, que não pensas em nós... Que não sente saudades, que não sente falta de um certo "alguém" ao teu lado, dormindo juntinho... Que não ficas sorrir sozinho quando estás a recordar, pensando em nós... Que nunca derramou uma lágrima por nosso amor... Mas não é isso que seu olhar me diz e seu que ele não mente e, nós dois sabemos o que você sente, que não é nada diferente do que também sinto... Saudades de nós!
Não adianta dizer por quantas vezes você diga e repita "NÃO", quando bem dentro do seu coração, seu maior desejo é dizer: "SIM"!
Porque bem sabemos que você pensa, sente saudade, chora e rir a toa, que guardou cada lembrança do nosso amor... Que essa saudade está quase incontrolável, que estás em explosão constante de paixão e desejo, que vives batendo de frente com o amor e com teu coração...
Então, pára com essa atitude de criança, com essa birra e implicância de menino mimado... E por fim, pára com tanto "NÃO" e diz de uma só vez: "SIM" ao nosso amor... Sim, EU TE AMO!


Autora: Daiane Vieira.
Música do dia: "Seu olhar não mente" - Flavio Jose.

segunda-feira, 30 de julho de 2012

'Entardeceu'

                
O sol está a se pôr
O entender chegou
Aqui fico a depor
Versos para o meu amor!

Amanheceu e entardeceu,
Você até mim não veio
O sentimento não desapareceu
Inexplicavelmente só cresceu.

Novamente o sol irá se por,
Mais um dia que se passou
E eu tentando aqui compor
A espera do meu amor!


Autora: Daiane Vieira.
Música do dia: "Pôr do Sol" - Sorriso Maroto.

quarta-feira, 25 de julho de 2012

'Bons Tempos...'

                                   
Imensa saudades tenho
Daqueles velhos tempos,
De tudo o que aprontamos
Dos nossos passa-tempo...

Sentada na varanda
Olhando o imenso mar,
Sempre sentiremos saudades
Por onde quer que andar...

Os ventos me trazem
Lembranças e recordações,
Ainda não é tarde,
Bons tempos de felicidades!

Um brinde a nossa amizade
Que nem sempre será saudades,
A vocês que sei que são
Meus amigos de verdade!!

*Em homenagem a pessoas especiais que fazem parte da minha história. Em especial as amigas: Jeyselle Gonçalves, Jeane Gonçalves e Joelma Florencio.


Autora: Daiane Vieira.
Música do dia: "Gift of a friend" - Demi Lovato.

terça-feira, 24 de julho de 2012

'Contrariar'

                                  

Hoje não vou me esforçar,
O que já foi meu dever
Tentar lhe contrariar.
Você pode me ver
Do jeito que desejar,
Esse é meu jeito de ser
É este meu modo de amar!
Meus defeitos podem mudar,
Com erros pude aprender,
Qualidades até aperfeiçoar.
Se errei não foi meu querer
Nunca quis lhe magoar,
Jamais quis te perder,
Pois sempre ire te amar...


Autora: Daiane Vieira.
Música do dia: "Rosas" - Ana Carolina.

domingo, 22 de julho de 2012

"Quero Tê-lo"

                 

Ainda sinto seu cheiro
Sua mão em meu cabelo
Sinto falta do seu jeito
Nos braços quero tê-lo...

Seu olhar ligado ao meu
Mãos tocando nosso corpo
Perfumes misturados no ar
Pernas entrelaçadas ao todo...

Quero tocar teu corpo
Dormir juntinho em teus braços
E na madrugada fria
Te aquecer com meu abraço...

Quero contigo fazer amor
E ficar ao teu lado
Em paz, seja como for
Por mim, sempre serás amado!


Autora: Daiane Vieira.
Música do dia: "Sentido Contrário" - Isabella Taviani.

sábado, 21 de julho de 2012

'Página em Branco"

               
               

Uma página em branco...
É tudo o que tenho
As vezes escrevo tanto
Outras, nada tenho.

Não é porque falta
Em mim sentimento,
É que me foge a fala
E palavras já não tenho!

Com uma caneta na mão,
Sentimentos em explosão,
Muito amor no coração
E uma página em branco.


Autora: Daiane Vieira.
Música do dia: "Sem palavras" - Marlon & Maicon.

terça-feira, 17 de julho de 2012

'Preciso mais de mim'

                                     

Não sei se às vezes fujo de mim ou de você, mas às vezes preciso sumir, sair até de mim, para quem sabe assim, entender o mundo a minha volta. Turbilhão de coisas e acontecimentos que me cercam, mas que já não me apavoram.
Fechada em meu mundo, trancada em meus pensamentos, busco respostas... Algumas até já encontrei, outras ainda nem desembaracei; mas de uma coisa eu sei: Todo porque deve ter resposta, mas se tudo tem resposta, isso não sei.
Por certo momento, alguns podem me achar distante, outros pensativa, chata, com raiva, fria... Mas todo mundo precisa de um espaço, de um tempo só pra si. Algo que poucos respeitam, mas para mim é uma grande terapia entender meus conflitos.
Mas hoje, eu preciso mais de mim, apenas ficar comigo e quem sabe só, eu me entenda melhor... Preciso me ouvir, me perguntar, me responder, me xingar, me criticar, me elogiar, me sentir... Preciso mais de mim...


Autora: Daiane Vieira.
Música do dia: "Deus cuida de mim" - Kleber Lucas.

segunda-feira, 16 de julho de 2012

'Nosso jardim'


Não sei onde estou, seu que na terra não é...
É um lugar lindo, jardim de flores coloridas, céu com nuvens formando corações e o vento, uma brisa suave, soprando uma bela canção... Onde em meu pensamento ou sonho, já não sei, estou dançando lentamente a nossa canção... Não há palavras, há apenas sentimentos traduzidos através de olhar, toque e carinho, onde palavras, por mais belas e cultas que sejam, jamais descreveriam com precisão, a explosão de sentimentos que há neste momento dentro em mim. Indescritível. Vou permanecer aqui, em meu sonho, nosso jardim torna-se realidade...
 (A canção: tua voz; o jardim: nosso “ninho”;o céu: nosso amor e as flores: eu e você)


Autora: Daiane Vieira.

domingo, 15 de julho de 2012

'Tarde de Domingo'

                           

Uma ótima tardinha
Pra você que nesta casinha
Fica a pensar sozinho,
De um lado para o outro caminha
Nessa tarde de domingozinho.
Lembranças e recordações
Ouvindo a nossa canção.
Onde estará meu bem,
Que até mim não vem?
Sabendo que aqui tem
Todo o amor de alguém
Que dele já virou refém.
Não demora e logo vem...


Autora: Daiane Vieira.
Música do dia: "Jovens tardes de domingo" - Roberto Carlos.

sábado, 14 de julho de 2012

'Carta a um amor'

                          
Oi, meu amorzinho!!
Sinto muita saudade de você...
Todos os dias sinto muito a sua falta! Gostaria de ter você sempre ao meu lado, bem juntinho de mim! Porém, nem sempre as coisas são como nós queremos! E nos faz sofrer...
Todas as noites, paro para pensar no meu dia e, fico imaginando , o que poderíamos ter feito, estar fazendo e/ou iríamos fazer juntos... Como meu dia seria muito mais alegre se tivesse você ao meu lado... Como seria feliz se pudesse acordar todos os dias e olhar pra você e dizer que “te amo” e, ganhar um lindo sorriso acompanhado de um beijinho seu, para começar o dia de bem com a vida...
Dormir com você parece ser mágico... Me faz sorrir a toa a semana inteira... E faz com que eu me sinta a mulher(homem) mais feliz do mundo! Ao seu lado, sinto-me realizada em todos os sentidos...
E a única coisa que consigo dizer é:
Obrigada por me fazer tão feliz e, espero que também sinta o mesmo ao meu lado!
“Eu te amo muito meu amor!!!”



Daiane Vieira.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

'Coragem...'

                             

Se está faltando coragem, então cria, arruma, faz, inventa, pede emprestada... Sei lá! Mas por amor e para ser feliz vale muito... Pela felicidade e pelo amor de nossa vida, vale à pena resgatar coragem, mesmo de onde julgamos não ter... Tudo para ser feliz!
Já parou para pensar que a pessoa que você ama está apenas esperando uma atitude sua, por mínima que seja? Uma ligação, um torpedo, uma palavra, uma visita, um encontro... Às vezes, um ato de coragem, por mínimo que aparente ser, pode ser muito grandioso, pois pode mudar, não apenas o hoje, mas também o amanhã, poder fazer diferença não só para você, mas para todos a sua volta.
Mas para isso tudo acontecer, não depende de ninguém mais, além de você! Pense nisso... O que você pode mudar, Deus não vai descer do céu e mudar por você, pois a parte dele, ele já está fazendo: te dando oportunidades para mudar! Basta ter coragem e determinação!
E tem mais, não adianta ficar nessa de pensar, será? Será que devo, será que vai dar certo, será que vai ser assim, assado... Quer saber se será e/ou como será? Então coragem e vai a luta! Pois, vale mais arriscar de uma única vez apostando na felicidade, que passar a vida inteira sofrendo e se questionando se deve ou não ariscar, tentar, dar mais uma chance...

A decisão é apenas sua. Pense nisso! Sorte, felicidades e o principal, CORAGEM...


Autora: Daiane Vieira.
Música do dia: "Coragem" - CPM 22.
Ilustração: Facebook - Sentimento Inversos.

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Oi!

                        Foto

Sabe aqueles dias, em que você acorda e parece que, as horas não passam, que o dia não termina, que a noite não chega...Que tudo é tão sem graça, sem cor, sem vida, sem brilho, imperfeito (mesmo que perfeito)... Que nada lhe agrada, que os conhecidos são estranhos, que só há ilusão e desilusão... 
Na verdade, o que estamos precisando mesmo é de um "OI". Sim, um "OI"! Parece simples demais, pouco demais, insignificante demais.... Pois é, só parece! Porque esse "OI" é o que faria seu dia mais feliz, mais colorido, mais amigo, fariam as horas se passarem como segundos... Nos faria sentir-se vivos, radiante, transbordante de tanta alegria, paz, amor... de tanta felicidade! ... É isso mesmo!
"Um simples "OI" pode mudar seu dia... a falta dele também!


Autora: Daiane Vieira.
Música do dia: "Oi amor" - TentaSamba.

'Boa sorte!'

                     

Tudo bem se,
Não mais retornar,
Ir, seguir sem,
Seu perdido olhar...

Se queres assim,
Assim então será!
Só respondo por mim
Isso você saberá.

Boa sorte a você
Que nosso querer
Seguir assim a viver,
Felicidades a você!

Agora podes dizer:
Não retorne.
Boa sorte!
Desejo também a você...


Autora: Daiane Vieira.
Música do dia: "Boa sorte" - Raça Negra.
                       "Não valeu" - Raça Negra.

segunda-feira, 9 de julho de 2012

'Sozinha'


Hoje, sozinha fiquei
Parada, sentada, pensando
Não sei em que lugar parei
E o tempo se foi passando...

Ainda não sei porque estou
Parada, sentada, pensando
Tentando refazer-me do que restou
As vezes me pego sonhando...

Vou ficar por aqui
Parada, sentada, pensando
Esperando meu amor assim
Companhia perfeita dos anjos...


Autora: Daiane Vieira.
Música do dia: "Tarde triste" - Nana Caymmi.

domingo, 8 de julho de 2012

'Tua bagunça...'


Hoje me bateu uma saudade
Daquelas bem grande...
Entrei em meu quarto e fiquei,
Observando cada cantinho
Lembrando de cada detalhe
Daquela sua bagunça enorme
Que mais parecia um furacão;
Devo-lhes confessar: Eu adorava!
Adorava quando chegavas
Ias direto para o quarto
Mochila no chão, no canto
Chaves e celular, largados
Jogavas as almofadas no chão
Deitavas sobre o lençol.
No banheiro a mesma coisa
Roupas espalhadas, misturadas
Chão molhado, toalha largada
E mesmo assim sinto saudades...
Cuidar de você me trás felicidade
Quando se ama de verdade
Se cuida, zela, protege...
Errei, mas meu amor é puro.
Hoje, sinto saudades...
Saudades da tua bagunça!


Autora: Daiane Vieira.
Música do dia: "Quarto desarrumado" - Dado Viega e D'alessandro.


sábado, 7 de julho de 2012

'Sonho...'


Essa noite tive um sonho
Sonhei contigo novamente...
Um sonho diferente suponho,
Eu ia a ti e vinhas a mim
Igual a aqueles de quando 
Sonho acordada de olhos abertos...
Sinto tanto a tua falta, não nego.
E fico sonhando a sonhar
Acordada, dormindo, em pé, ao andar...
De que importa a forma
Se bem maior é minha espera
Por acordar e poder realizar
Seu abraço poder ganhar
E em beijos e carinhos dizer-te
Que não aguento mais esperar
Tua volta para mim a continuar,
Nosso amor tão lindo, sem findar.
Estou aqui , esperando e sonhando...
Por fim, vem me amar...


Autora: Daiane Vieira.
Música do dia: "Sonho Bom" - Munhoz e Mariano.

quinta-feira, 5 de julho de 2012

'Olhando a lua...'


Pensando em você,
Lembrei-me de tantas coisas,
Entre tantas, revivi nosso amor...
Em minha lembrança passavam-se
Momentos como cenas de filmes,
Sem cortes, em câmera lenta...
Em algumas cenas,
Por mais que eu tentasse,
Não pude conter as lágrimas que,
Por desobediência insistiram em cair.
Pro motivos distintos unidos:
Alegria e tristeza!
Foram os melhores anos,
Momentos e cenas de minha vida.
Hoje, tão triste fico a recordar sozinha,
Por não ter continuado assim...
Sua lembrança, ainda forte em mim,
Como combustível para minha caminhada
Que já não sei até onde irá chegar
Sem sua presença, já não posso continuar.
Estaciono e fico a te esperar...
Para juntos, mais uma vez caminharmos.


Autora: Daiane Vieira.
Música do dia: "Lua Cheia" - Chico Buarque.

sexta-feira, 29 de junho de 2012

'Retrato'



Olhando seu retrato
Em forma de gravura
Eu sem nenhum preparo
Fico a observar a figura
Em mim já tatuado
Sem nenhuma rasura.
Por Deus fostes criado,
O que mais reparo;
Com beleza uniforme
Sob medida talhado
Linhas ganhando forma
Sem nenhum retraso
Sonho que se transforma.

Olhando seu retrato. Cópia do seu eu...
Que e diz coisas, das quais jamais esquecerei... Que faz-me lembrar nossas juras, nossos sonhos, nossos planos... Ainda me trás a lembrança momentos lindos, de amor, que tivemos, que juntos vivemos e que estarão sempre a continua, em meus pensamentos. Seu retrato, as vezes é tudo o que eu posso ter teu, também me diz que, ainda não me esquecestes, assim como eu... Me diz que, ainda sentes o mesmo amor e paixão... Que guardas, intacto, como teu retrato, todo o amor que te dei e nossas lembranças... Me mostra, a dor da nossa separação, da nossa "distância" e ausência (de corpos). Me mostra o sentimento guardado, escondido, retido... E por mais que se queira esconder, negar, disfarçar, ele mostra bem mais que se possa imaginar... Me faz parar e voltar no tempo, como o seu retrato e ainda, me faz viver, mesmo que por instantes, por segundos em pensamentos, ainda tenho momentos lindos contigo, quando lembro do tempo que possamos juntos, no tempo em que tirei, fotografei teu retrato...

E por mais pensar, recordo-me de uma frase citada por Cecília Meireles por nome "Retrato":
"Eu não tinha este resto de hoje, assim calmo, assim triste, assim magro,nem estes olhos tão vazios, nem o lábio amargo.Eu não tinha estas nãos sem força,tão paradas e frias e mortas;eu não tinha este coração que nem se mostra.Eu não dei por esta mudança,tão simples, tão certa, tão fácil:Em que espelho ficou perdida a minha face?"


Autora: Daiane Vieira.
Música do dia: "Retrato" - Beatrix.