sábado, 29 de novembro de 2014

"Decidi..."


Na vida, nos tornamos sonhadores da felicidade... Uns sonham com riqueza, outros com uma vida de curtição, alguns com estabilidade... Eu sonho com um amor puro verdade. Mas logo percebemos que, entre sonhar e conquistar existe um longe caminho a ser percorrido, e é preciso aprender a ser forte,  para guardar conosco nossos sonhos e fazê-los tronar realidade, infelizmente nem todos alcançam, alguns desistem pelo caminho, por se magoarem demais, por falta de vontade, por desacreditar... As vezes eu não entendia direito, o porque das pessoas colocarem seus sonhos em uma caixinha e os guardarem no fundo do baú, como uma coisa velha e sem importância. Até o dia em que me vi amargamente destruída, como se meus sonhos tivessem me atropelado e só restassem os cacos de mim. Levei algum tempo, um bom tempo, para entender porque engavetamos nossos sonhos e projetos de vida que tanto almejamos... Eu também desisti, achei que tinha desisto pra sempre. Até conhecer alguém, que me fez entender o motivo de nunca ter dado certo antes. Sabe aquela frase: "as vezes colocamos grandes sonhos em cima de pessoas e depois descobrimos que grande só eram os sonhos, porque a pessoa era pequena demais para torna-los reais". Acredite, é bem verdade... Aprendi que as vezes sofremos para aprender o valor, não o preço das coisas, e algumas pessoas entram na nossa vida para esta finalmente. Eu sofri muito com por "achar que amava alguém", alguém que por mais que eu me esforçasse para conhecê-lo, a cada dia se tornava um estranho, e por eu ter depositado sonhos nele achei que tinha que dar certo. Um dia, por tanto me magoar e sofrer, decidi recuar. Levei um tempo para juntar meus cacos e me refazer... Até conhecer alguém que, nas primeiras palavras trocadas, parecia me conhecer desde meu nascimento, conhece minha alma, sabe tudo de mim e eu dele, sem nunca ter me visto ou obter qualquer informação sobre mim. Alguém também machucado pela vida, que assim como eu, tinha medo até do vendo que passava, até da própria sombra. E sem fazer esforço algum, nos tornamos a vida um do outro, não existia mais eu nem ele e sim nós, nossos sonhos e nossos projetos de vida se tornaram  um só... Mas percebi que devido as mágoas já sofridas, estamos sempre encontrando algum motivo pra deixarmos nós mesmos em segundo, terceiro e até último plano. E porque adiar tanto a felicidade, se a buscamos a vida inteira? Eu decidi por definitivo, vestir-me de coragem, encher a alma de força, pegar minha armadura de fé, minha bagagem de sonhos, segurar nas mãos do meu amado e ser felizes a nossa maneira... Sinceramente, não tenho todas as respostas como gostaria. Mas decidi buscar minhas próprias respostas, mas não sozinha, afinal, já diz o ditado popular, "ninguém é feliz sozinho." Quero um amor verdadeiro, que esteja disposto a embarcar comigo nessa grande aventura e mistérios da vida, que é ser feliz, mesmo que tenhamos que passar juntos por provas de fogo... E não pense que qualquer pessoa vai ocupar o seu lugar, porque não vai. Você me conhece, não sou de brincar com sentimentos, tão pouco com o amor e muito menos de desistir fácil. E quem mandou você me conquistar, me apaixonar e me aprisionar a ti, guri? Agora eu quero só você, não vou a lugar algum sem ti, e sei que nem tu sem mim, nem que tenhamos que nos virar ao avesso, tu vai ter que me aguentar... Porque descobri que minha felicidade é tu, que não deu certo antes porque a pessoa certa pra mim é tu, agora eu compreendo, sei porque tivemos que passar por tanta coisa para que chegássemos a nos conhecer, porque Deus nos quer juntos, somos nós as metades um do outro... E eu decidi que é contigo, é ao teu lado que quero dormir e acordar todos os dias,  quero que tu seja minha primeira e última imagem diariamente, quero abrir os olhos pela manhã e enxergar a luz da aurora refletindo dos teus olhos, que a primeira flor do dia seja o teu sorriso, quero respirar a brisa da manhã e sentir teu cheiro, quero viver coladinho, unidos, juntinhos. Quero dormir de conchinha e acordar com pernas entrelaçadas, e nossa casa ser exalada pelo perfume impar do nosso amor, quero que tu viva com meu cheiro e quero viver com seu cheiro em mim... Quero contigo sentir meus pés no chão e viver flutuando, ouvir pássaros cantando, ver o pôr do sol, se molhar na chuva, caminhar na beira da praia, observar as flores e borboletas no jardim... Andar contigo de mãos dadas, sentar no teu colo, beijar na boca de língua em público, fazer sexo sem ter hora marcada, abraçar a quando quiser, poder chamá-lo de meu e que seja realmente só meu e eu só tua, e gritar pra o mundo inteiro ouvir que eu amo meu mor e que és minha vida, porque sem tu já não há vida em mim... Decidi que é contigo que quero tomar vinho e ver estrelas caindo sobre nós, quero dançar contigo mesmo que eu pise no teu pé e peça desculpas, é pra ti que quero cantar uma música ao avesso, quero te fazer rir de piadas sem graça e até de coisas sérias... Decidi que vou te sequestrar no meio de  jantares, festas e churrascos para fazer amor comigo, vamos fugir juntos para algum lugar exótico como dois adolescentes apaixonados, vou me embriagar contigo ao menos uma vez na vida e acordar no dia seguinte de ressaca pra tu cuidar de mim e juntos rir de tudo isso, sem arrependimentos algum... Decidi que é contigo que quero fazer as coisas mais simples e bobas da vida, como invadir o banheiro quando tu estiver fazendo o "número dois", só pra te ver sem graça. Vou escrever os dentes com tua escova e fazer tu escovar com a minha. Vou te fazer tomar banho duas vezes seguidas, só pra tomar banho junto comigo... Vou dizer que não quero comer, só pra te fazer dividir teu prato comigo e beber no mesmo copo. Decidi que quero alguém que eu o conheça e que também me conheça intimamente, que saiba de todos os meus segredos e me conte os seus, que conheça meu jeito de ser, de pensar e de agir e me permita conhecer os seus, e que me conheça profundamente como ninguém nunca conheceu antes e que não se esconda de mim... Decidi que quero alguém que fique comigo mesmo quando eu estiver errada, e que não me critique sem antes me dar o seu perdão e me estender a mão, e que não me abandone nunca, mesmo se eu quiser ficar sozinha, e que me abrace forte mesmo se eu pedir pra ir embora... Quero que conheça minha sanidade, meu lado mulher, esposa dedicada, dona de casa exemplar, cúmplice perfeita, companheira inigualável... Mas que me ame também na minha loucura, que goste do meu lado pirralha, traquina, bagunceira e moleca, mas que acima de tudo, que seja um louco apaixonado assim como eu... Pessoas assim são extremamente raras, acredite, e em 25 anos de busca, só encontrei uma capaz de me amar como sou, sem que queira me transformar em alguém que não sou, e que eu sou divinamente, loucamente apaixonada e amo suas qualidades e defeitos sem mudar nada. Essa pessoa é você, que se tornou meu ar, minha vida, meu mundo, o sangue que corre em minhas veias é teu amor. Decidir que quero contigo casar na igreja e registrar no cartório uma cláusula de "proibido separação", quero viver numa eterna lua de mel, namorar dia e noite, quero ter filhos contigo e caducar com nossos netos e bisnetos, quero uma família grande e muito amor, saúde e paz entre todos... Quero ter meu mor velhinho ao meu lado, e ainda serás meu bebezão manhoso e eu sua bebezinha mimada e seremos um casal de eternos namorados loucamente apaixonados, que se amam mais que tudo no universo...


Não importa o que passou, onde erramos, o que importa é como vamos concertar. Não podemos mudar o que já aconteceu, mas podemos juntos aprender com nossos erros, perdoar e recomeçar juntos. Sou do tempo em que, quando algo quebrava, aprendíamos a consertar, e não a jogar fora. (Em resposta aos últimos acontecimentos).

Essa pessoa com quem decidi e quero compartilhar cada milésimos de segundos da minha vida, é você, Ícaro Aita. 




Autora: Daiane Vieira.
Música de Fundo: "Decisão - Tche Garoto".
Ilustração: Google Imagens.

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

"Teus voos..."


Você pode ir e voltar quantas vezes quiser, o direito a livre arbítrio é para todos, assim como a decisão de "simplesmente ficar sentada esperando" também é uma escolha livre... Sabia que a decisão de ficar a espera de alguém, na maioria das vezes, é mais difícil do que a de quem decide partir? Ficar na incerteza se voltará, mesmo sentindo a dor de vê-lo partir cada vez para mais distante... Esperar na certeza incerta se voltará e na segurança insegurança do "porque voltará?" Se partiu é porque não quis ficar, se quisesse não teria ido... Esperar de mãos e pés atadas, sem poder fazer nada para trazê-lo de volta, e mesmo que pudesse, amor não se pode ter forçando, não se pode acorrentar, aprisionar, tão pouco implorar, pois amor não é esmola, que pedimos e alguém por compaixão nos dá, amor se conquista, é liberdade e ganhamos, amor verdadeiro tem que vir da alma... E isso gera ainda mais insegurança. Esperar com medo gélido, por deixá-lo livre para voar, sabendo que num desses vôos, poderás não voltar ou decidir pousar em outro ninho, chega a ser angustiante. E só de pensar nisso dói na alma... Porque optar por voar sozinho, se o voo a dois pode ser bem mais feliz? Porque fugir, quando tens tudo o que precisas aqui, para ser feliz? Você encara tudo e todos, vai a luta com garra e bravura, mas foge de mim e de você mesmo, dos teus sentimentos, e decides sozinho voar novamente, porque? Nessas suas idas e vindas, poderás ser surpreendido, porque apesar da sua total certeza de que sempre estarei aqui, estás ciente de que também tenho asas, e sei voar... Você pode ir e vir sempre, voar quando quiser, mas quero que saiba, que no dia em que eu decidir bater asas e voar, poderei não voltar mais. E isso pode doer amargamente em mim e em ti também, pode nos matar por dentro e até por fora, mas sabes bem que sou determinada, quando decido lutar vou até o fim, minha decisão é única! E que o fato de eu nunca ter voado, não significa que não sei voar, e sim que, mesmo eu podendo voar e pousar em qualquer outro ninho, eu decidi ficar e pousar no teu, podendo ter quem quiser, eu quero você, podendo estar nos braços de qualquer outro, decidi me guardar pra ti... Se eu decidi ficar aqui, sentada, a tua espera, é porque o amor que sinto por tu, pode ter certeza, é muito maior que meu orgulho, que minha vaidade, que meu egoísmo e até mesmo, muito maior que eu mesma... E todas as vezes que engoli o choro, me fiz forte e coloquei um sorriso no rosto, foi simplesmente para te ver feliz, para te ver voar em paz e sorrir feliz. Mas a dor que senti dentro da minha alma, só eu sei o quanto doeu.... E todas as vezes que dediquei meu tempo, a observar teus vôos, e até as vezes, em que me fiz de forte e te ajudei a pegar voo, impulsionei-te a voar na contra-mão das ventanias, eu fiz por amor, não foi porque queria que fostes embora, mas por te querer bem, por te querer livre, por te querer feliz, e se voar te faz feliz, prefiro te ter voando, do que te ter aprisionado triste e tudo isso, por te amar demais... E se até hoje, eu estive ao seu lado, pode ter certeza, que é porque tu me fez e me faz muito feliz, apesar das vezes que me entristeci com tuas idas e vindas, eu sou mais que feliz contigo, muito feliz mesmo... E se dói tanto te ver voar para longe, é porque sei o valor e a importância que tens em minha vida, só eu sei o quanto és especial, o quanto tu me faz bem e o quanto teu amor me completa. Porque contigo e só contigo, me sinto bem, me sinto inteira, segura, protegida, acolhida, e amada, pois só tu preenche todos os vazios do meu ser... Porque é no teu sorriso que me tu me faz sorrir, é contigo que tenho o riso mais sincero da alma. Quando estou entre uma multidão, me sinto sozinha e perdida, mas quando estou a sós contigo, não sinto falta de nada e nem de ninguém, sinto feliz. E é por isso e muito mais que te ver partir dói tanto em mim, porque é o mesmo que tirar o coração e dizer ao corpo que viva, não vai funcionar, e eu não funciono sem tu ao meu lado... Mas será que tu já parou para imaginar que também poderei voar? E que voando podemos nos desencontrar entre idas e vindas, e nos perder um do outro? Será que já se perguntou, porque sempre estou aqui? Se eu decidi ficar contigo, vou ficar contigo, faça chuva, sol, ventania ou tempestade... E é por isso que sempre estive aqui, em todas as tuas idas e vindas, te esperando pousar, depois de teus longos ou breves vôos, porque sou feliz assim, tuas chegadas, teus pousos, me fazem feliz, a mais feliz de todas as fêmeas... Mas não se espante, se algum dia, eu decidir voar. Se um dia, num desses teus voos, ao voltar, certo de me encontrar, de que estarei a tua espera de braços abertos, e se decepcionar, não me culpe... E então, sentirás a dor que senti, todas as vezes que te vi partir, além da certeza da ida e a amarga incerteza da volta, ficando apenas com as boas lembranças, nossos sonhos e a esperança de que um dia irás pousar ao meu lado e não querer voar mais... E por fim irás ter a convicta e absoluta certeza, de que muito te amei e amo, e que meu amor por ti, é muito maior do que um dia poderás imaginar, talvez nunca compreendas, nem entenda o quão grande e infinito é o amor que tenho por ti, capaz de perdoar qualquer erro, porque a felicidade de te ter ao meu lado, é muito maior que meu orgulho. Porquê amar também significa renunciar, ninguém vive sem cometer erros, ninguém torna um relacionamento duradouro sem  aprender o valor do perdão. Então valoriza enquanto estou aqui, não me obriga a voar, para te fazer ver o quanto eu te amo, o quanto me amas e o quanto necessitas de mim.. Mas desejo de toda a minha alma, que não esperes me ver voar, para descobrir, que meu amor por ti é verdadeiro, e que todas as vezes que voastes, tentando fugir de teus próprios sentimentos por mim, de nada adiantaram, porque só aumenta, foi mera perda de tempo, achar que se pode fugir desse amor. E que só quem é loucamente apaixonada, é capaz de esperar fielmente, em todos os sentidos (no sexo, pensamentos, palavras, promessas, segredos, sonhos, desejos...), tantas vezes, tantos voos, por um mesmo pouso, por um mesmo alguém...


*IRGA*




Autora: Daiane Vieira.
Música de Fundo: "Sozinho - Caetano Veloso"
Ilustração: Google Imagens.

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

"Nosso mundinho..."


Já que viver a realidade do momento presente parece ser tão complicada, eu decidi por fim, descomplicar. Decidi então sonhar... Acordada ou dormindo, eu quero mais é sonhar. E se quiserem me chamarem de louca alucinada, que chamem, não dou a mínima para o que falam, não devo satisfação a ninguém a não ser a nós mesmos, até porque, estou ocupada demais trancada no nosso mundinho dos sonhos, onde longe de tudo e do caos humano, somos muito mais felizes... No mundinho dos sonhos, eu posso te imaginar do jeito que eu quiser, posso te tocar do meu jeitinho, fazer carinho, bagunçar teu cabelo, posso te ter como e quando eu bem entender... Posso te recriar das minhas mais deliciosas e picantes formas, das quais meu desejo insaciável por ti, desejar... E não há nada mais gostoso, do que te despir a minha maneira, saboreando teu corpo devagar, como meu prato de entrada, principal e sobremesa... Posso degustar teus beijos salientes e te levar pra cama, te amar de forma carinhosa e avassaladora, praticar nossos fetiches, realizar nossas mais secretas fantasias e nos enlouquecer de prazer... Posso te levar para passear, sentar num banquinho de uma pracinha ou parque qualquer, entrelaçar nossas pernas e trocar carícias... Posso andar de mãos dadas, sentindo os pés descalços na areia, te molhar na água do mar, te fazendo correr atrás de mim e sei que irás me encher de cócegas, e vou te derrubar no chão e te beijar sujinho de areia... No nosso mundinho, me entrego de bandeja pra você, me dispo, perco a vergonha, te provoco, me insinuo, me acho e me perco em ti, afinal, te pertenço, sou tua, e em teus braços é impossível esconder meu desejo... No nosso mundinho, no qual ninguém mais tem acesso, ninguém entra, ninguém invade, ninguém pode mudar nada, ninguém pode sabotar nossos sonhos, planos, desejos, projetos e tudo é tão meu quanto teu, e tudo se torna tão somente nosso... No nosso mundinho, posso te levar a qualquer lugar, andando abraçadinhos pelas ruas, sentar em teu colo e tirar sarrinho escondidinhos... Posso te fazer declarações de amor, falar super sério, desabafar, trocar ideias, ser engraçada, ciumenta, protetora, ser criança, mulher, amiga, menina, pirralha, amante, ser tudo e toda só tua... Voltar para a realidade se tornou tão chato, sem tu aqui ao meu lado, que prefiro permanecer aqui, no mundinho só nosso, onde só nós dois temos acesso, e ninguém compreende o quão feliz somos a nossa maneira, quando estamos aqui, no nosso mundinho dos sonhos, onde só um amor forte, puro e verdadeiro como o nosso, é capaz de entender...


Te amar, é o que me faz mais feliz, Ícaro Aita. 




Autora: Daiane Vieira.
Música de Fundo: "Só pro meu prazer - Leoni"
Ilustração: Google Imagens.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Felicidades, meu papai!


Obrigada, meu Deus. Eu tenho o melhor pai do mundo!
O melhor pai do mundo, não é o mais rico, e sim, o que te ama mais que toda riqueza do mundo...

Esse é seu mês, essa é sua data e todos os 365 dias do ano são seus, porque você é simplesmente muito especial. Nunca desejei ter outro pai, nem mais branco, nem mais negro, nem mais alto ou mais baixo, nem mais magro ou mais magro, nem mais rico, nem nada mais... Porque o maior orgulho de minha vida, tudo o que sou, o que tenho, meus conceitos, meus princípios, meu nome, minha honra... A criança que fui, a mulher forte e guerreira que me tornei, meus sonhos, minha vida, tudo eu devo a você, meu pai. E é assim que te amo, pelo senhor ser exatamente como e quem és. Houve dias em que só você me fazia sorrir, porque mesmo o senhor dizendo que me ama, nunca precisei ouvir você dizer que me ama pra ter certeza ou me sentir amada, senti esse amor, sempre tive certeza do seu amor por mim, sempre terei e sempre te amei muito, eu te amarei pra sempre, papai... Eu te amo, meu pai, antes mesmo de eu aprender a falar, até mesmo antes de nascer, eu já te amava muito. Talvez eu nunca consiga retribuir todo o seu amor e tudo o que o senhor já fez por mim, mas saiba que tenho orgulho de ser sua filha. Nunca tive vergonha da sua cor ou da nossa simplicidade, porque se riqueza ou cor trouxesse felicidade, não haveria guerra no mundo dos ricos... E eu vou te amar sempre e ter cada dia mais orgulho de ter esse pai maravilhoso, sempre presente, melhor amigo, cúmplice, protetor carinhoso, paciente, zeloso, que sempre cuidou de mim e vou respeita-lo sempre. Teve momentos em que só o senhor acreditou em mim e ficou do meu lado, sempre me deu apoio e força, sempre acreditou no meu melhor, chorou e sorriu comigo sempre, obrigada, papito. Serei sempre sua menininha, mesmo que eu case, tenha filhos e até more distante, vou sempre estar pertinho, sempre vou pedir seus conselhos, querer seu colo e sempre te levarei em meu coração, porque  foi você que me deu a vida e me ensinou a viver e a vencer, até mesmo nas piores tribulações. Tenho em você papai, meu maior exemplo de vida, de coragem, de homem, de guerreiro, de força, a quem me espelho a cada dia... Perdão pelas vezes que te fiz perder o sono e te preocupei... Agradeço a educação e todo o esforço feito para me dar o melhor de si... Obrigada por sempre ter paciência comigo, sempre sonhando junto comigo e nunca desacreditou de mim. Essa data é mais que especial pra mim, sou feliz por te ter como meu papai. Meu coração e meu amor estarão sempre contigo. Que Deus te conceda muitos anos de vida, cheios de muita saúde, realizações, paz, felicidade e amor, e que possamos comemorar muitos aninhos juntos ainda, prometo nunca te abandonar, porque é mais que uma honra pra mim tê-lo ao meu lado e poder dividir cada momento da minha vida contigo, meu papai.


Te amo, papai. Felicidades é tudo o que mais quero e desejo ao senhor.


Esses são os votos mais sinceros, de sua filha e de seu genro, eternamente gratos a Deus por sua vida, Daiane Vieira e Ícaro Aita. Te amamos muito, papai!




Autora: Daiane Vieira.
Música de Fundo: "Pai - Fábio Jr."
                            "Te amo pai - Rick e Renner"
Ilustração: Álbum Pessoal.