sexta-feira, 13 de junho de 2014

Os limões da vida


Hoje, o que a vida me deu, o que o destino reservou pra este dia, foi limões, apenas limões... E no desespero, paralisei diante deles. Mas logo me veio um anjo humano... E então, pude perceber, que posso fazer bem mais que chupar limão azedo. Foi quando olhei de lado e vi um pote de açúcar e na prateleira da cozinha, uma garrafa de vodka... No primeiro instante ignorei, mas depois, veio a ideia de transformar em doce, tudo o que de amargo a vida me reservar... Pensei em fazer um suco, mas eu precisava mesmo de algum mais forte, que além de doce, me ajudasse a ter novas ideias e soluções... Então, resolvi juntar tudo: os limões, algumas generosas dose de vodka e bastante açúcar, com algumas pedrinhas de gelo... Pronto, sentei no chão do quintal, na areia, pra sentir as energias boa da natureza, sentir a brisa, ouvir os pássaros  e refletir um "cadinho"... Mas ainda achei que vodka, era suave, pra o azedo do limão, então levantei, pequei uma cachaça  e adicionei a jarra, ao copo... Pronto, voltei para o quintal e assim fui relaxando... Ideias foram surgindo... Fui vendo que ainda há soluções, que nada está perdido, mas é preciso cautela... E com mais algumas doses, copos e fim da jarra... Os problemas já não pareciam tão grandes, como quando me deparei apenas com os limões... Nada é tão ruim quanto parece, depende de como você vê e encara as coisas... Tudo pode ficar ainda pior, ou melhor, depende de você. Você não pode impedir que certas coisas aconteçam, mas pode decidir que rumo tomar, você é quem decide como termina... Eu decidi tomar caipirinha, se foi limão que a vida me deu, vou usá-lo da melhor maneira que eu puder... Hoje, decidi fazer caipirinha, e amanhã? Bem, vai depender do que o destino me reservar. Cada dia, uma sobrevivência!


Um pouco de loucura, as vezes é a melhor sanidade...



Autora: Daiane Vieira.
Música de Fundo: "O patrão nosso de cada dia - Ney Matogrosso".
Ilustração: Google Imagens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário