quarta-feira, 11 de junho de 2014

Meu Silêncio


Meu silêncio é muito mais barulhento do que o que parece...
As vezes me calo, apenas por ter tantas coisas a dizer e nada que traduza. E no meu silêncio, fico na esperança de tu me ouvir, e talvez eu seja traduzida de forma errada, mas talvez as palavras não seja o suficiente pra traduzir tudo que eu queria dizer, talvez falar já não seja mais o bastante, talvez por não ter resposta... Eu queiro bem mais que meias palavras, meu silêncio fala muito mais do que mil palavras... Porque, o que necessito mesmo, é de apenas um abraço, um olhar, um toque, um carinho, um colo... E não basta ser de qualquer pessoa, tem que ser o seu! Há certas coisas, que palavra nenhuma, por mais cheias de amor e carinho que elas transmitam, ainda são incapazes de fazer, aquilo que só a tua presença poderia me dar... Quando eu fico quieta, em silêncio, não é por não sentir tua falta ou por não está pensando em você, não é te evitando ou porque tenho outro alguém, não é nada disso,  é apenas esperando tu vir até mim... Meu silêncio nada mais é, que um pedido, uma súplica, uma prece... As vezes, o meu silêncio é a única coisa que me resta, talvez o meu silêncio seja o protesto de tantas palavras ditas sem nenhuma resposta, ou pouca resposta, ou insatisfação de uma meia resposta... O meu silêncio é o mar de saudade afogando as palavras... O meu silêncio, é bem mais que um simples silêncio, mas talvez você não entenda, talvez você não compreenda, talvez até entenda, mas eu não tenho como explicar. Porque meu silêncio, assim como as palavras, falam muito, dizem muito e nada ao mesmo tempo. Enfim o silêncio é meu grito de socorro que foi sufocado pela dor... E que me impedem de escrever, que me impede de falar, de traduzir o turbilhão de sentimento contido dentro de mim... Meu silêncio talvez seja a resposta que tu me deu, a interrogação que ficou, a espera suplicante, de um gesto de amor, que me faça sorrir...


 Meu silêncio, nada mais é, que  grito desesperador da minha alma, a chamar por ti...
"IRGA"




Autora: Daiane Vieira.
Música de Fundo: "Esperando Aviões - Grupo Doce Encontro".
Ilustração: Google Imagens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário