segunda-feira, 26 de maio de 2014

Deitada ao luar


E aqui estou eu, deitada ao luar, sentindo a brisa me tocar e no peito uma saudade, que eu sei que não irá passar, até eu está em teus braços, no teu colo, na nossa casa, no lar que é só nosso... E assim fico a imaginar, como é o lugar aonde você está... Claridade, paz, jardim, lago, verde, tranquilo e calmo, e um desejo incontrolável, de está ao teu lado agora, sentindo você em mim, e poder cuidar de ti, como só eu sei e você merece... E com os olhos fechados, eu te sinto deitado ao meu lado, sorrindo, e aos poucos, vai surgindo em meus pensamentos, a tua imagem junto a minha, você em traje social e eu de branco, num vestido longo, rodeada de flores, dançando valsa contigo, notavelmente felizes... Sinto a chuva a molhar meu corpo, que arde em chamas pelo teu, a imaginação vai além... E com os pensamentos totalmente em ti, humildemente me curvo e faço uma prece, pra Deus cuidar de ti e te trazer logo pra mim, e entre outras coisas é o que eu peço, e novamente a Deus em súplica rezo, pra que atenda ao pedido meu e mesmo que eu não mereça, por piedade, seja atendida minha oração... Entrego tudo a Deus, e fico quietinha, cumprindo um acordo que fiz com meu amado, enquanto Deus faz por mim, tudo aquilo que no momento, por mais que eu queira, não posso fazer. E fico aqui, esperando tu vir pra mim, pra nunca mais, separados nossos corpos ficar, porque nossos corações, nunca jamais, ficaram distantes! 

Porque não há nada melhor, que te amar... Srto. Ícaro meu marido Aita!



Autora: Daiane Vieira.
Musica de fundo: "Encontrei - Marina Elali".
Ilustração: Google Imagens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário