quinta-feira, 27 de novembro de 2014

"Nosso mundinho..."


Já que viver a realidade do momento presente parece ser tão complicada, eu decidi por fim, descomplicar. Decidi então sonhar... Acordada ou dormindo, eu quero mais é sonhar. E se quiserem me chamarem de louca alucinada, que chamem, não dou a mínima para o que falam, não devo satisfação a ninguém a não ser a nós mesmos, até porque, estou ocupada demais trancada no nosso mundinho dos sonhos, onde longe de tudo e do caos humano, somos muito mais felizes... No mundinho dos sonhos, eu posso te imaginar do jeito que eu quiser, posso te tocar do meu jeitinho, fazer carinho, bagunçar teu cabelo, posso te ter como e quando eu bem entender... Posso te recriar das minhas mais deliciosas e picantes formas, das quais meu desejo insaciável por ti, desejar... E não há nada mais gostoso, do que te despir a minha maneira, saboreando teu corpo devagar, como meu prato de entrada, principal e sobremesa... Posso degustar teus beijos salientes e te levar pra cama, te amar de forma carinhosa e avassaladora, praticar nossos fetiches, realizar nossas mais secretas fantasias e nos enlouquecer de prazer... Posso te levar para passear, sentar num banquinho de uma pracinha ou parque qualquer, entrelaçar nossas pernas e trocar carícias... Posso andar de mãos dadas, sentindo os pés descalços na areia, te molhar na água do mar, te fazendo correr atrás de mim e sei que irás me encher de cócegas, e vou te derrubar no chão e te beijar sujinho de areia... No nosso mundinho, me entrego de bandeja pra você, me dispo, perco a vergonha, te provoco, me insinuo, me acho e me perco em ti, afinal, te pertenço, sou tua, e em teus braços é impossível esconder meu desejo... No nosso mundinho, no qual ninguém mais tem acesso, ninguém entra, ninguém invade, ninguém pode mudar nada, ninguém pode sabotar nossos sonhos, planos, desejos, projetos e tudo é tão meu quanto teu, e tudo se torna tão somente nosso... No nosso mundinho, posso te levar a qualquer lugar, andando abraçadinhos pelas ruas, sentar em teu colo e tirar sarrinho escondidinhos... Posso te fazer declarações de amor, falar super sério, desabafar, trocar ideias, ser engraçada, ciumenta, protetora, ser criança, mulher, amiga, menina, pirralha, amante, ser tudo e toda só tua... Voltar para a realidade se tornou tão chato, sem tu aqui ao meu lado, que prefiro permanecer aqui, no mundinho só nosso, onde só nós dois temos acesso, e ninguém compreende o quão feliz somos a nossa maneira, quando estamos aqui, no nosso mundinho dos sonhos, onde só um amor forte, puro e verdadeiro como o nosso, é capaz de entender...


Te amar, é o que me faz mais feliz, Ícaro Aita. 




Autora: Daiane Vieira.
Música de Fundo: "Só pro meu prazer - Leoni"
Ilustração: Google Imagens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário